terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

O segundo noitão

(a prova de que, depois de encarar doze de War, você ainda consegue escrever)

O combinado foi de nos encontrármos às oito e meia da noite. Sim, o noitão ainda começa a meia-noite. Mas com a pré-estréia de Sweeney Todd (aquele filme do Tim Burton com o Johnny Depp), conclui que o HSBC Belas Artes estaria um pouco lotado.

Pois bem, combinamos às oito e meia.

Cheguei com quinze minutos de atraso. Lívia, Letícia e Lia, meia hora. E Marcus, sendo homem, chegou no horário (ou três minutos antes, como ele fez questão de lembrar).

Caminhamos até o cinema, a calçada da Paulista ainda em reforma. Touché! A fila ainda estava antes das portas de vidro! Compramos os ingressos, encontramos com mais um pessoal da Poli (não necessariamente nessa ordem), e fomos comer.

Quer dizer...

Demora um pouco quando oito pessoas tentam decidir aonde vão comer. Por isso ainda passaram-se uns quinze minutos até seguirmos para o Center 3. "E depois nós passamos na Starbucks, no piso inferior!" Ahan...

Acabamos de comer quando já estavam colocando as cadeiras para cima das mesas. Faltava ainda uma hora e meia para assistirmos "XXY", então decidimos seguir para a Starbucks mais próxima. Aquela que deveria estar na esquina da Alameda Santos com a Bela Cintra, sabe? Não? É, é por que ela não existe.

Subimos de volta para a Paulista, entramos no cinema. Depois de descobrirmos que, sim, Sweeney Todd teria três sessões, criamos uma estratégia de guerra para conseguir assistir aos três filmes da melhor forma possível. O plano consistia no seguinte:

1 - Logo que acabasse "XXY", correríamos para a sala 2, onde passaria "La Comunidad";
2 - isso porque a conclusão foi que, assim que saíssem da sala 4 (a que estávamos), da sala e da sala 2, as pessoas seguiriam para a sala 1, onde passaria Sweeney Todd, o filme mais esperado;
3 - quando saíssemos de "La Comunidad", já estaríamos do lado de Johnny Depp e Tim Burton, enquanto os outros precisariam subiar as escadas.
*
"XXY" é chato. Não sou muito fã desses filmes sem diálogo, sem música, com os sons do ambiente ganhando um enorme destaque. Mas seu enredo é interessante, contando a história de uma garota hermafrodita e a vida de todos que convivem com ela.

O segundo a que assistimos foi "La Comunidad". O destaque foi o susto que Barca deu na Letícia, logo na abertura do filme.

Como programado, Sweeney Todd foi o último. Mesmo assim, conseguimos apenas sete lugares, sendo que precisaríamos de uns quinze. Sim, já éramos um grupo de quinze pessoas.

Como já disse certa vez, muitas vezes aquele filme tão esperado quebra a nossa cara. Com Sweeney Todd foi um pouco isso. Claro que as cenas são muito boas, mas não é a melhor interpretação de Johnny Depp. Quando acabou, Marquinhus até brincou: "prefiro Piratas do Caribe". Mas realmente, a interpretação dele no filme da Disney está muito melhor que nesse. Com exceção de algumas partes, tipo quando miss Lovett canta sobre sua vida com Sweeney. A expressão de Depp está demais!

Qual foi o meu preferido? Poderia dizer que, apesar dos pesares, foi o terceiro filme, pois o primeiro foi chato e o segundo era apenas uma comédia muito bizarra. Mas como disse a uma amigo depois, nenhum deles é daquele "putz! Naquele noitão eu assisti a um filme muito bom!"

(só para constar: gostei da trilha sonora de Sweeney Todd)

Um comentário:

Leticia disse...

eu sempre gosto dos seus posts, mas nesse vc podia ter omitido o atraso de meia hora e o susto fenomenal que eu tomei, né? hahahaha

realmente...o segundo noitão foi pior que o primeiro...tanto nos filmes quanto no passeio em si =P da primeira vez foi tão mágico, né? afinal, era novidade!

enfim...foi uma madrugada agradabilíssima, perua!

te adoro!
beijão!