domingo, 18 de outubro de 2009

E acabou

A corrida de Interlagos a melhor do ano. Não só por causa daquele começo totalmente tumultuado, mas também por causa da série de ultrapassagens.

A pole do Barrichello de ontem deixou todo mundo empolgado. Acho que foi uma daquelas raras vezes em que a torcida toda estava toda a favor do brasileiro.

Assim, a largada foi cheia de emoção e expectativa. Que acabou no momento em que Webber se consolidou na ponta.

Eu não acreditava que Rubinho podia vencer o campeonato, Mas via a vitória em Interlagos como certa. Mas, não sei. Parece que o universo conspira contra o brasileiro nos momentos cruciais. Ok, exagero. Mas que existe uma zica enorme que ronda Barrichello, isso existe, sem sombras de dúvida.

Fechando com um furo no pneu, a vitória de Rubinho não ficou nem no quase: ele terminou em oitavo.

Além da não-vitória do brasileiro, outra coisa fez com que o resultado fosse menos excitante: Button ganhou o campeonato.

Não que eu não quisesse que o inglês fosse campeão. Realmente, ele fez um belíssimo começo de campeonato, e apesar de ter ficado um pouco apagado na segunda metade da temporada, na hora do vamos ver ele fez bonito.

O chato é que, com isso, a última corrida é puro amistoso. Não vale nada. E se for uma prova chata, será uma prova chata e sem valor. Só vai valer mesmo pela paisagem do circuito de Abu Dhabi.

Então, acabou. Com Kobayashi fazendo bonito e Button campeão. Vou pensar trocentas mil vezes antes de acordar para ver a última corrida. Mas, como sempre, vou assistir.

Um comentário:

P.A disse...

A última prova, quando o campeonato já está decidido, sempre é esquecida, mas assim como você, estarei assistindo também!
Legal o seu blog!